Variante Delta| Ribeirão cancela flexibilização do Plano SP e mantém restrições

Após confirmação de caso na região, estabelecimentos comerciais vão continuar funcionando com capacidade máxima de 80%; eventos que provoquem aglomeração estão proibidos

Foto: Gleice Lira

Após a confirmação que a variante Delta já está em circulação na regão de Ribeirão Preto, a prefeitura decidiu manter as regras e proteção contra a Covid-19, estabelecidas pelo Plano São Paulo, e cancelar a flexibilização que estava prevista para começar a partir desta terça-feira (17) na cidade, assim como todo o Estado. confirmação de novos casos da Covid-19 e a ocupação de leitos para tratamento da doença seguem com estabilidade em Ribeirão Preto. A medida foi regulamentada pelo decreto 189, publicado nesta segunda, com validade até 30 de agosto.

De acordo com a administração, mesmo com quantidade de novos casos da Covid-19 e a ocupação de leitos para tratamento da doença estando estáveis na cidade, a decisão vem para garantir que os números não aumentem, já que a variante é considerada como a mais transmissível. “Os números estão estáveis, a vacinação avança muito bem na nossa cidade e acreditamos que até o final do mês poderemos realizar uma maior flexibilização com mais segurança para todos os ribeirão-pretanos”, informou o prefeito Duarte Nogueira.

Regras

Os estabelecimentos comerciais como lojas, shoppings, centros de beleza e estética e restaurantes continuam com atendimento permitido de segunda-feira a domingo, no horário das 6h até meia-noite e capacidade máxima de 80% de ocupação. O mesmo vale para atividades culturais, esportivas e religiosas.

Estão mantidas também as regras para atendimentos em bares, restaurantes e similares, sendo permitido somente para clientes exclusivamente sentados, e proibido o consumo de bebidas e alimentos por clientes em pé. No caso dos eventos, está mantida a lotação máxima de 300 pessoas e vedada a utilização de pista de dança.

O novo decreto mantém a proibição da realização de qualquer atividade que provoque aglomeração como shows, casas noturnas, público em eventos esportivos independentemente do número de participantes ou capacidade de ocupação.

Delta

Uma profissional da Saúde, que trabalha em Ribeirão Preto, foi diagnosticada com a variante Delta (indiana) do novo Coronavírus. A informação foi divulgada em nota pelo Governo do Estado de São Paulo, nesta segunda-feira (16), após análise do Hemocentro de Ribeirão.

Identificada pela primeira vez em outubro de 2020, na índia, a variante Delta já está em mais de 100 países, incluindo o Brasil. A nova mutação é pelo menos 60% mais transmissível do que a variante Alfa – detectada no Reino Unido – que, por sua vez, é 60% mais transmissível do que o vírus original, encontrado em Wuhan, na China, de acordo com pesquisadores da Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres.

Nenhuma postagem para exibir