Fiscalização interrompe eventos ilegais e aglomerações durante o final de semana em Ribeirão Preto

Equipes da Guarda Civil Metropolitana, Fiscalização Geral e Vigilância Sanitária realizaram seis ações contra aglomerações

Guarda Civil Metropolitana atendendo uma denuncia de festa durante a quarentena - foto: Divulgação

Equipes da Guarda Civil Metropolitana, Fiscalização Geral e Vigilância Sanitária realizaram seis ações contra aglomerações neste final de semana em Ribeirão Preto. A ação visa combater a realização de eventos proibidos e aglomerações em geral durante a pandemia da Covid-19, doença decorrente da disseminação do novo coronavírus.

Ontem, sábado (4), durante a fiscalização em Bonfim Paulista, uma festa foi interrompida. O local foi lacrado,as pessoas participantes dispersadas e o proprietário notificado.

No Ipiranga, bairro localizado na zona Norte de Ribeirão Preto, foi fechada uma quadra de esportes, onde uma partida de futebol acontecia. Todas as providências, semelhantes ao caso anterior, foram tomadas.

No Jardim Salgado Filho, também na zona Norte da cidade, as equipes interromperam dois bailes funk, um na rua Casa Branca e outro na rua Anhembi. Em ambos os locais, os proprietários foram notificados, os locais foram lacrados e, as pessoas, dispersadas.

Na Ribeirânia, na zona Leste do município, foi identificado um ponto em área verde com aglomeração. Os participantes foram abordados e dispersados. No Parque das Andorinhas, na zona Oeste de Ribeirão Preto, foi interrompida uma festa no meio da rua.

Na manhã de hoje, domingo (5), outros cinco campos de futebol tiveram suas partidas interrompidas. 

Ministério Público

O prefeito Duarte Nogueira anunciou que irá acatar as medidas encaminhadas à Prefeitura pelo Ministério Público. As sugestões foram divulgadas através de um protocolo na última sexta-feira (3), na forma de 17 tópicos, onde é apresentada medidas para aumentar o rigor da quarentena na cidade.

Entre as providências sugeridas, estão a interdição das praças, vias públicas e outras áreas onde ocorram aglomerações; limitação do número de passageiros nos transportes coletivos com obrigatoriedade do uso de máscara; controle de acesso de consumidores em supermercados e outros estabelecimentos de venda de produtos essenciais; ações fiscalizatórias pela Polícia Militar em locais com maiores aglomerações, entre outras medidas.

A matéria completa sobre o protocolo do Ministério Público pode ser lida clicando aqui.

Em relação à fiscalização, a Guarda Civil Metropolitana, junto da Fiscalização Geral e Vigilância seguirão com as ações ao longo do dia.

Nenhuma postagem para exibir