Morre o doutor Wong, defensor da cloroquina

Medico da USP era defensor da abertura do comércio e do uso precoce de cloroquina para tratamento de pacientes com covid-19

Continua depois da publicidade

Morreu nesta sexta-feira (15), em São Paulo, o pediatra, toxicologista e professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Anthony Wong. Ele sofreu uma parada cardiorrespiratória.

Conhecido por suas posições contrárias ao fechamento do comércio e crítico da forma escolhida para combate ao Covid-19, Wong tinha 73 anos e estava internado no Hospital Sancta Maggiore desde dezembro.
Em nota, a família informou que ele foi hospitalizado com queda de pressão e mal-estar e diagnosticado com úlcera gástrica e hemorragia digestiva.

Especialista renomado, com quase 50 anos de carreira, Wong se envolveu em polêmicas durante a pandemia por defender o uso de hidroxicloroquina para covid – medicamento.

Grupo Thathi

Em entrevista concedida em junho de 2020 ao programa Mentoria Ribeirão, comandado por Chaim Zaher, no Grupo Thathi, o médico Anthony Wong afirmou que a política de isolamento social foi indicada no momento errado da doença.

Já que o coronavírus é uma doença respiratória, ele acreditava que as medidas foram instaladas na estação errada. “Continuo firme na minha definição de que o Brasil e principalmente os governadores e municípios fecharam o Brasil antes do tempo. Você nunca fecha um país na época do verão porque isto você deixa para a época em que realmente acontece essa disseminação que é a época do inverno”, afirma o médico.

Ele ainda defendeu a abertur do comércio, na ocasião impossibilidada por um decreto estadual. “Abre o comércio porque tem mais gente morrendo de falta de comida, falta do que fazer, de depressão e de outras doenças não tratadas do que de Covid-19”, afirma Wong.

Confira a entrevista completa

Carreira

Formado pela Universidade de São Paulo em 1972, ele atuava desde 1976 como médico-chefe do Centro de Assistência Toxicológica (Ceatox) do Instituto da Criança e do Adolescente, vinculado ao Hospital das Clínicas da FMUSP.

O HC divulgou nota na noite desta sexta lamentando “profundamente” o falecimento e prestando solidariedade aos familiares e amigos do médico.

Nenhuma postagem para exibir