Doze dias após levar tiro na cabeça, adolescente de 14 anos recebe alta do hospital

Menina teve perda de massa encefálica e passou por cirurgia; ela assistia televisão na sala de casa ao ser atingida pela bala, que era direcionada a seu pai

Santa Casa de São Carlos, onde menor foi operada - Foto: Redes Sociais
Continua depois da publicidade

Doze dias depois de ser atingida por um tiro na cabeça, uma jovem de 14 anos recebeu alta médica, nesta quarta-feira (14), em São Carlos. A informação é da assessoria de imprensa do hospital.

A adolescente foi atingida quando estava no sofá de sua casa, em Ibaté, por volta de 7h da manhã, sendo que o tiro foi dado por um vizinho e tinha como alvo o pai da jovem, que estava na rua.

O pai da jovem, de 48 anos, estava esperando o ônibus que o levaria ao trabalho quando o vizinho, Bruno Piscke Domingos, 22, passou pela porta da casa e acabou batendo seguidas vezes em um toldo que cobria a garagem da família

Advertido pelo trabalhador, Domingos deixou o local e voltou, minutos depois, armado. Ele atirou contra o homem pelo menos quatro vezes e errou todos os tiros, mas a filha do trabalhador, que assistia televisão na sala, acabou sendo acertada por um dos projéteis.

Danos

A adolescente chegou a ser socorrida para o hospital de Ibaté, mas foi transferida para a Santa Casa de São Carlos em estado grave. Segundo relato da Polícia Civil, a jovem chegou a ter perda de massa encefálica.

Depois de ser atendida, a jovem passou por uma cirurgia e se recupera da lesão. O hospital não informou detalhes sobre o estado de saúde de adolescente.

Capturado

O jovem fugiu do local, mas foi localizado pela polícia no mesmo dia. Segundo familiares, ele tem problemas psicológicos e tem utilizado entorpecentes.

Ele foi indiciado pelo crime de tentativa de homicídio e está preso no Anexo de Detenção Provisória em Araraquara.

Nenhuma postagem para exibir