Aluguel deve ter reajuste de 7,27% em janeiro

Mudança vale para contratos que vencem em dezembro; confira outros índices de reajustes

Centro de Ribeirão Preto - Foto: Divulgação

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), usado no reajuste de contratos de aluguel, registrou inflação de 2,06% na segunda prévia de dezembro. Na segunda prévia de novembro houve deflação de 0,01%, segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV). Em 12 meses, o IGP-M acumula inflação de 7,27%.

Isso significa que os contratos de aluguel com reajuste em janeiro devem ser reajustados nesse valor. A alta da taxa de novembro para dezembro foi puxada pelos preços no atacado e no varejo. O Índice de Preços ao Produtor Amplo, que mede o atacado, subiu de -0,06% para 2,85%. Já o Índice de Preços ao Consumidor, que mede o varejo, subiu de 0,03% para 0,74%.

O Índice Nacional de Custo da Construção não registrou variação de preços em dezembro. Em novembro, houve inflação de 0,24%.

Texto: Agência Brasil