Chumbo trocado: Prefeitura cobra ex-prefeita por contrato considerado irregular pelo Tribunal de Contas do Estado  

O valor pode chegar a R$ 2,6 milhões

Depois do anúncio da ação impetrada pela ex-prefeita de Ribeirão Preto, Dárcy Vera, contra o erário municipal, por conta de ressarcimento de férias não cumpridas, enquanto esteve à frente do executivo municipal, agora foi a Prefeitura que anunciou ter entrado com uma ação de ressarcimento aos cofres municipais, contra a ex-prefeita, numa ação considerada irregular pelo Tribunal de Contas do Estado. 

O valor da multa chega a R$ 2,6 milhões, levando em conta correção monetária e demais multas decorrentes do processo. Em 2018, o Tribunal de Contas do Estado considerou irregular a prestação de contas do contrato de parceria da Prefeitura e a empresa Corpore, firmado em 2011, válido para o ano de 2012. De acordo com esse contrato, a empresa deveria gerenciar a Unidade Básica de Saúde Central.  

O Portal Thathi ouviu a advogada de Dárcy Vera, Dra. Cláudia Seixas, que disse que a ex-prefeita não vai se manifestar por enquanto.  

Nenhuma postagem para exibir