Prefeitura inaugura call center para pedidos de cesta básica

Iniciativa da Assistência Social vai concentrar atendimento aos munícipes, que antes era feito por unidades independentes

Nogueira inaugura unidade de atendimento da Assistência Social - Foto: Divugação

Quem precisa solicitar cesta básica emergencial em Ribeirão Preto tem um novo canal de atendimento. As pessoas interessadas devem entrar em contato com a Central de Atendimento e Cadastro Emergencial (Cacem), call center inaugurado pela prefeitura de Ribeirão para centralizar o atendimento aos munícipes.

Segundo a secretaria de Assistência Social, autora da iniciativa, o Cacem foi criado para uniformizar, centralizar e otimizar o atendimento aos munícipes. Antes, as solicitações estavam descentralizadas nos sete CRASs (Centros de Referência de Assistência Social) e também nos núcleos de convivência. Agora, estarão centralizadas e com a supervisão direta das ligações recebidas e avaliação constante do atendimento prestado.

“Os atendimentos serão feitos em PABX com 30 linhas, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, com a supervisão de uma assistente social e seis atendentes por turno, pelo telefone 3605-0030”, ressalta a administração, em nota.

Critérios

Vale ressaltar que para a solicitação de cesta básica emergencial, a família deve obedecer alguns critérios pré-estabelecidos, como:

– Ser morador do município de Ribeirão Preto;
– Não ter recebido cesta básica nos últimos dois meses consecutivos;
– Grupo familiar com no mínimo três integrantes, sendo necessário que pelo menos um deles seja criança ou adolescente, pessoa idosa ou acamada;
– Família monoparental que tenha necessariamente uma criança ou adolescente;
– Desempregado, informal ou empregado com renda familiar igual ou inferior a R$ 275,00 por pessoa.

Atendimento

No primeiro dia de atendimentos, o Cacem registrou 130 ligações, das quais 98 foram cadastradas para recebimento de cesta básica emergencial e 32 não atendiam os critérios.

“Nossa intenção é facilitar os acessos e reduzir o tempo de espera dessas famílias que aguardam as cestas básicas emergenciais nesse momento tão delicado que ainda estamos vivenciando. A Secretaria de Assistência Social está trabalhando incansavelmente em várias frentes de apoio à população em ações que não se limitam a distribuição das cestas emergenciais”, comenta Renata Corrêa, secretária de Assistência Social.

Nenhuma postagem para exibir