População reclama de escorpiões em praça pública de Ribeirão Preto

Cidade sofre com infestação do animal e só nesse primeiro semestre foram registrados 600 ataques

Foto: Désirée Teixeira/arquivo

Moradores da rua Cruz de Souza, no Parque Ribeirão, zona Oeste da cidade, reclamam da quantidade de escorpiões que são encontrados na praça da rua. Segundo a população, a infestação começou ha mais de um mês e a praça contém muito lixo e entulho, o que atrai o animal. 

O problema não é exclusivo do bairro, mas de toda cidade. Segundo dados da Vigilância Sanitária, o número de ocorrências envolvendo escorpiões disparou 499% em Ribeirão Preto, no primeiro semestre de 2019, em comparação com o mesmo período de 2018. Entre 1 de janeiro e 30 de junho, foram registrados 611 acidentes na cidade, média mensal de 101 e de três por dias, contra 102 no total dos seis primeiros meses do ano passado, 509 a mais. A quantidade atual de casos é seis vezes superior.

Morador Manoel Ferreira mostra os escorpiões na praça. Foto: Désirée Teixeira

Neste ano, foram registrados 139 casos na área da Unidade Básica Distrital de Saúde (UBDS) do Adelino Si­mioni (zona Norte), 114 na do Sumarezinho (zona Oeste), 108 na região da Vila Virgínia (zona Sul), 65 na do Castelo Branco (zona Leste) e 52 na da UBDS Central. Outros 150 acidentes ainda não têm identificação de distrito.