População reclama de escorpiões em praça pública de Ribeirão Preto

Cidade sofre com infestação do animal e só nesse primeiro semestre foram registrados 600 ataques

Foto: Désirée Teixeira
Continua depois da publicidade

Moradores da rua Cruz de Souza, no Parque Ribeirão, zona Oeste da cidade, reclamam da quantidade de escorpiões que são encontrados na praça da rua. Segundo a população, a infestação começou ha mais de um mês e a praça contém muito lixo e entulho, o que atrai o animal. 

O problema não é exclusivo do bairro, mas de toda cidade. Segundo dados da Vigilância Sanitária, o número de ocorrências envolvendo escorpiões disparou 499% em Ribeirão Preto, no primeiro semestre de 2019, em comparação com o mesmo período de 2018. Entre 1 de janeiro e 30 de junho, foram registrados 611 acidentes na cidade, média mensal de 101 e de três por dias, contra 102 no total dos seis primeiros meses do ano passado, 509 a mais. A quantidade atual de casos é seis vezes superior.

Morador Manoel Ferreira mostra os escorpiões na praça. Foto: Désirée Teixeira

Neste ano, foram registrados 139 casos na área da Unidade Básica Distrital de Saúde (UBDS) do Adelino Si­mioni (zona Norte), 114 na do Sumarezinho (zona Oeste), 108 na região da Vila Virgínia (zona Sul), 65 na do Castelo Branco (zona Leste) e 52 na da UBDS Central. Outros 150 acidentes ainda não têm identificação de distrito.