Idosos terão atendimento domiciliar, em serviço de proteção básica

A equipe do Serviço é formada por assistente social, psicóloga, terapeuta ocupacional e enfermeiros.

A Secretaria de Assistência Social, em alusão à campanha Junho Violeta, de conscientização da violência contra a pessoa idosa, preparou algumas ações para o público da terceira idade. Uma delas foi o início das atividades coletivas para identificar e convidar famílias com pessoas idosas para atendimento em domicílio da equipe do “Serviço de Proteção Social Básica em Domicílio para Idosos”, em parceria com o Conselho Municipal do Idoso.

O território do Centro de Referência de Assistência Social – CRAS 3 e a OSC Casa do Vovô deram início a este atendimento no começo de junho. A equipe do Serviço é formada por assistente social, psicóloga, terapeuta ocupacional e enfermeiros.O serviço em domicílio é um dos serviços preconizados pelo Sistema Único de Assistência Social – SUAS e é referenciado pelo CRAS, tem como objetivo promover ações de proteção social básica no domicílio para pessoas idosas, através de ações que visem estimular a autonomia, fortalecer a função protetiva da família e promover meios para prevenir situações de violações de direitos.

No primeiro dia, 20 idosos participaram com suas famílias do encontro inicial, quando foram apresentados o serviço, anotação das demandas apresentadas pelos idosos e familiares e realizado o cadastro de quem deseja participar.

Renata de Oliveira Fábio, coordenadora do CRAS 3, na região do Ipiranga, fala do serviço. “O serviço vai promover o acesso das pessoas idosas na rede socioassistencial, prevenir que eles passem para a proteção social especial. Acesso a direitos, documentação, programas”.“O fortalecimento da proteção básica é sem dúvida uma das principais maneiras de evitarmos a violação de direitos contra os idosos. Especialmente neste mês de junho violeta, com o 15 de junho em alusão a esta campanha de conscientização contra a violência da pessoa idosa, toda e qualquer ação que façamos para esta população é um gesto carinho e acima de tudo, respeito”, comenta Renata Corrêa, secretária de Assistência Social.

Nenhuma postagem para exibir