Em Ribeirão, Patrulha Maria da Penha ajuda mulheres vítimas de violência

Novo mecanismo proporciona mais segurança.

A patrulha Maria da Penha tem contribuído de forma positiva desde que entrou em atividade, em julho deste ano. É uma ação, onde são realizadas visitas, em caráter preventivo e ostensivo fiscalizando o cumprimento de medidas protetivas de urgência.

As demandas identificadas pela justiça são encaminhadas à Guarda Municipal. Segundo a superintendente da Guarda Civil Municipal, Mônica Noccioli até o momento foram 60 atendimentos coibindo ações de agressores que descumpriram as medidas.

“O principal objetivo é garantir o cumprimento da Lei Maria da Penha às mulheres vítimas de violência doméstica em Ribeirão Preto. Para isso, oitenta GCMs receberam capacitação, e o novo mecanismo dá mais segurança para que a vítima denuncie o agressor, que age de forma psicológica ou física, afirmou ”.

A lei ainda garante atendimento humanizado e inclusivo, monitoramento e se necessário, o encaminhamento a serviços especializados.