Depois de perder braços em acidente, mulher faz apelo para conseguir prótese em Ribeirão

Carolina perdeu dois braços e quer conseguir R$ 20 mil para comprar próteses

Camila Oliveira da Silva, 27, chegou a ser desenganada pelos médicos. Ela sofreu um acidente, em 2017, enquanto viajava de ônibus intermunicipal. Voltava de Alagoas para Ribeirão Preto e, quando passava por Serra do Salitre, em Minas Gerais, teve os braços esmagados em um acidente. Ela sobreviveu, mas acabou perdendo os dois braços. Agora, luta para conseguir próteses que possibilitem que ela realize um sonho: voltar a abraçar duas filhas.

A vida de Camila mudou em 2 de setembro de 2017, quando o ônibus onde ela estava caiu em vala. Ela estava amamentando filha quando o veículo caiu em uma vala. No acidente, 11 pessoas morreram e 40 ficaram feridas. Com os braços esmagados, teve que fazer as amputações. Hoje, faz tratamento no Hospital das Clínicas. “Existe a prótese que mexe. Eu vou poder comer sozinha, beber água, ir ao banheiro, tudo, menos tomar banho”, conta. “É isso que eu quero pra mim”.

Mãe de duas filhas – uma de dez outra de três anos – e moradora na favela da Portelinha, no Parque Ribeirão Preto,  ela foi abandonada pelo marido depois do acidente. Agora, sonha em conseguir dinheiro para comprar duas próteses móveis e poder voltar a abraçar as filhas. Para isso, faz uma campanha na internet para conseguir R$ 20 mil, o suficiente para comprar as próteses que precisa. “Minha filha pede colo, mas não posso pegar. Minha irmão coloca a minha caçula no meu colo, eu abraço, mas não consigo pegar”, disse, emocionada, em depoimento ao repórter Lúcio Mendes.

Confira a íntegra da entrevista concedida por Camila:

Para ajudar

Quem quiser ajudar pode depositar qualquer quantia na seguinte conta:  

Bradesco
Agencia 1253
C/C 0016588-3
CPF 07524592442
JOSE ROBERIO LUCENA DE LIMA

Nenhuma postagem para exibir