Comércio divulga horário especial de dezembro em Ribeirão Preto

Confira o horário de funcionamento do centro e de um shopping da cidade; expectativa de crescimentos nas vendas deve crescer de 10 a 20%

Foto: Reprodução/Grupo Thathi de Comunicação

O comércio de Ribeirão Preto tem horário de funcionamento especial para este final de ano, como foi divulgado pelo Sindicato do Comércio Varejista de Ribeirão Preto e Região (Sincovarp) e a Câmara de Dirigentes Lojistas de Ribeirão Preto (CDL).

Continua depois da publicidade

A programação vale do dia 1º ao dia 24 de dezembro. As lojas do centro, dos bairros e das principais avenidas funcionarão de segunda-feira a sábado, das 9h às 22h. Aos domingos, nos dias 1, 8, 15 e 22, das 10h às 17h. Já no dia 24 de dezembro, o funcionamento é das 9h às 18h. No dia 25, Natal, o comércio estará fechado. 

O Shopping Iguatemi Ribeirão Preto vai funcionar do dia 13 ao dia 23 de dezembro com a abertura das lojas das 10h às 23h, e a praça de alimentação abre uma hora mais tarde, às 11h. No dia 24, véspera de Natal, as lojas tem funcionamento das 10h às 18h e área de alimentação e lazer das 11h às 18h.

Expectativa

Faltando menos de um mês para uma das principais datas do comércio, o Natal, as lojas estão preparadas para a comemoração e esperam grande movimento. As vitrines estão decoradas e as prateleiras e araras estão cheias de itens especiais. A expectativa do Sincovarp para o período é positiva, com crescimento de 10 a 20% em comparação ao ano passado.

Segundo o presidente do sindicato, Paulo César Garcia Lopes, este será o melhor Natal dos últimos seis anos, tanto em negócios, como em contratação de funcionários. “Com a retomada parcial da economia e, principalmente, com a liberação de recursos extraordinários para o consumo, como os saques no FGTS e no PIS/Pasep, além do 13º salário, as pessoas irão as compras, o que alavancará as vendas”, observa.

Nesta época, os consumidores buscam produtos diferenciados, principalmente para as crianças. Outros, estão à procura de algo mais barato, as tradicionais ‘lembrancinhas’. “Ao longo do ano muitos economizaram nas compras e, com a proximidade da data, desejam presentear. A média de presente deve girar entre R$ 150 e R$ 200. Os setores que mais se destacam no período são: vestuário, calçados, presentes e brinquedos. Os segmentos de móveis e eletrodomésticos também têm evolução, pois muitas pessoas aproveitam o Natal para renovar a casa para as festas”, explica Lopes.