Campanha recebe doações para a Aldeia Xavante Pimentel Barbosa

Campanha recolhe roupas e medicamentos para reserva no Mato Grosso até dia 30 de junho

Até o dia 30 de junho, você pode doar roupas e medicamentos para a Aldeia Xavante Pimentel Barbosa, próxima ao município de Ribeirão Cascalheiras, no estado do Mato Grosso. As doações de medicamentos se destinam ao atendimento de aproximadamente quatro mil indígenas xavante, residentes na Reserva Pimentel Barbosa. As roupas são destinadas à comunidade da aldeia mãe, que tem o mesmo nome da reserva.

A Campanha começou no ano de 2004, com Anita Adas, consultora editorial pedagógica, que arrecada, com o auxílio da família e de profissionais da saúde, roupas e medicamentos para contribuir com as necessidades dos habitantes da aldeia e, muitas vezes, da reserva. Anita ainda busca junto à comunidade da Pimentel Barbosa viabilizar projetos educacionais voltados para a educação indígena.

No ano passado, por meio da campanha e da ajuda de uma ONG de São Paulo, foi possível levar mais de quatro mil medicamentos, que duraram até o começo de fevereiro deste ano. Com o fim dos remédios, as pessoas da aldeia precisam vir, com um carro oferecido pela FUNAI, até Ribeirão Preto para buscar os médicos. As dificuldades e até esquecimento que a reserva enfrenta ressalta a importância da campanha, que segundo Anita Adas, não tem o intuito de ser assistencialistas.

“Eu acho que a gente precisa criar oportunidades para que as pessoas se desenvolvam, cresçam, aprendam, que elas se construam como cidadãos. entretanto, existe uma deficiência muito grande do estado em relação a essas comunidades originais, tradicionais, as coisas não chegam para eles, eles são invisíveis a sociedade. Existem lá pessoas com necessidade de medicamentos”, comenta Adas.

Qualquer tipo de doação é bem-vinda, exceto roupas de mulher cavadas e decotadas, sapato de salto e aberto e saias curtas, mas é ressaltado a necessidade de roupas de criança e de frio, inclusive cobertores. Os medicamentos são ministrados por profissionais da saúde (enfermeiros e médico).

Locais de doações:

Rua Quintino Bocaiuva, 131, Centro

Avenida Anhaguera, 97, Alto da Boa Vista

Povo Xavante

O povo Xavante é um povo indígena que vive há muito tempo na região do Mato Grosso. Antes eles andavam muito e as terras indígenas não tinham limites. Com o tempo, muitas pessoas vieram morar e trabalhar no Mato Grosso e o cerrado diminuiu muito. Para manter seus costumes, tradições e o cerrado vivo, o território xavante foi demarcado na década de 80 depois de muita briga com o Governo Federal. Os xavantes possuem seis pedaços de terra: Pimentel Barbosa, Areões, Sangradouro, São Marcos, Parabubure e Marechal Rondon. Nessas terras, moram mais de 13.000 pessoas divididas em mais de 70 aldeias.

Na reserva Pimentel Barbosa, existem cinco aldeias: Wede’rã, Tanguro, Caçula, Água Branca e Pimentel Barbosa. Na aldeia de Pimentel Barbosa, vivem 550 indivíduos, que falam a língua xavante, e alguns, o português. A comunidade mantém os costumes e rituais por meio da educação tradicional. Hoje em dia, há uma escola municipal de 1ª a 8ª série na aldeia.