Acolhe Ribeirão terá inscrições reabertas ainda em julho

O anúncio foi feito pelos chefes dos poderes Legislativo e Executivo Municipais

Notas de real - foto: Agência Brasil

As inscrições para o programa Acolhe Ribeirão serão reabertas ainda neste mês de julho conforme anúncio dos chefes dos poderes municipais. A confirmação foi feita pelo prefeito Duarte Nogueira (PSDB) e o presidente da Câmara Alessandro Maraca (MDB), nessa quinta-feira (8).

A medida foi tomada buscando dar mais efetividade a meta de beneficiar as 11,2 mil famílias que podem ser contempladas com o projeto. Com isso, alguns moradores de Ribeirão poderão receber R$ 600, divididos em três parcelas iguais.

“A mudança na data-base do CadÚnico e do Cadastro Emergencial da Secretaria de Assistência Social permitirão que sejam beneficiadas mais 2.116 famílias além das que já foram classificadas, de acordo com os critérios”, comentou o prefeito Duarte Nogueira.

A partir do dia 19 de julho, as pessoas inscritas no CadÚnico até 31 de março de 2021 e no Cadastro Emergencial Municipal até 30 de junho estarão habilitadas para solicitar o auxílio através do portal da Prefeitura.

De acordo com vereador Alessandro Maraca, o presidente da Câmara, o programa tem servido de exemplo para outras cidades. “Tenho recebido vereadores de outras cidades porque o Acolhe tem servido de exemplo para que possa ser aplicado em outras cidades, entendendo a necessidade de cada uma dessas pessoas. Ainda vivemos um período muito difícil, mas a retomada é gradual, com essa ajuda nós fazemos circular essa quantia na nossa própria economia”.

Quem tem acesso?

Para ter acesso ao programa é necessário fazer o cadastro por meio do site da prefeitura. Terão direito ao programa os maiores de 18 anos, que estejam no Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico) até fevereiro de 2021 e com renda mensal familiar, por pessoa, menor que R$477 ou os inscritos no Cadastro Emergencial Municipal da Secretaria de Assistência Social de 23 de março de 2020 até 30 de abril de 2021.

Não será permitido que mais de uma pessoa de uma mesma família receba a ajuda ou que não more em Ribeirão Preto ou que esteja recebendo o seguro desemprego.

Nenhuma postagem para exibir