Vacina testada em Ribeirão Preto recebe autorização para importação de mais de 40 milhões de doses

A aplicação do imunizante acontecerá somente após a aprovação e registro da Anvisa, assim que os resultados de segurança e eficácia forem comprovados

Vacina será obrigatória no Estado de São Paulo - Foto: Agência Brasil

O Instituto Butantan recebeu, nesta quarta-feira (28), a autorização da  Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para a importação de 40 milhões de doses da Coronavac, vacina chinesa testada em 500 voluntários no Hospital das Clínicas, em Ribeirão Preto.

O pedido, somado à última liberação do órgão sanitário, que ocorreu nesta última sexta-feira (23), totaliza 46 milhões de doses previstas para o Instituto, localizado em São Paulo, no acordo firmado com a farmacêutica Sinovac Life Science.

A aplicação do imunizante, no entanto, acontecerá somente após a aprovação e registro da Anvisa, assim que sua eficácia e a segurança forem comprovadas. 

Nenhuma postagem para exibir