Combate ao covid-19 em Ribeirão deixou de ser científico e virou político, diz especialista da USP

"infelizmente o tratamento e a conduta perante a Covid-19, deixou de ser um problema médico e cientifico para ser um problema político"

Imagem: Divulgação

Em quarentena desde 24 de março, devido a pandemia do novo coronavírus, Ribeirão Preto continua com restrições severas, e com isso, a cidade segue na Faixa Vermelha no Plano São Paulo de retomada gradual das atividades.

De acordo com Anthony Wong, o problema da cidade deixou de ser cientifico e acabou se tornando político. O toxicologista Anthony Wong, doutor formado pela USP, tem uma vasta experiencia que o coloca entre os maiores especialistas do mundo em sua carreira. Ele já comandou o Centro de Assistência Toxicológica (CEATOX) do Hospital das Clínicas e também já atuou como consultor para a Organização Mundial de Saúde.

“Na realidade, o problema de Ribeirão Preto é triste, infelizmente o tratamento e a conduta perante a Covid-19, deixou de ser um problema médico e cientifico para ser um problema político, acho que é a primeira vez que um vírus e seu tratamento ficou na mão de políticos e tirando da mão da medicina.” afirmou Wong em entrevista concedida programa Thathi Repórter desta terça-feira (21).

Wong acredita que será difícil a cidade sair do vermelho enquanto houver essa postura política, onde o prefeito prefere acreditar em um governador ao invés da medicina.

“Essa postura está causando mais mortes e mais doentes. É impossível, eu como médico, imaginar algum médico, ou político, prefeito de ribeirão preto, obedecendo a um governador que chama em nome da medicina, que fez tantos erros, fazendo com que nós tivéssemos a quarentena mais longa do planeta e mesmo assim o número de mortes continua estável ou aumentando.”

Confira a entrevista completa logo abaixo.