Tabagismo é associado a 90% dos casos de câncer de pulmão

Fumantes têm risco 20 vezes maior de desenvolver tumores malignos do pulmão

Dia 29 de agosto, é celebrado o Dia Nacional de Combate ao Fumo.

O tabagismo está diretamente relacionado a 90% de todos os casos de câncer de pulmão no mundo, aumentando em cerca de 20 vezes o risco de surgimento da doença. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o Brasil soma mais de 28 mil novos casos de tumores pulmonares ao ano.

O Brasil tem cerca de 21 milhões de fumantes, o que representa 12% da população, segundo o Ministério da Saúde.

Sintomas

A maioria dos pacientes com câncer de pulmão apresenta sintomas relacionados ao próprio aparelho respiratório, tais como tosse, falta de ar e dor no peito. Em poucos casos, cerca de 15%, o tumor é diagnosticado por acaso, quando o paciente realiza exames por outros motivos. Por isso, a atenção aos primeiros sintomas é essencial para que seja realizado o diagnóstico precoce da doença.

Segundo o médico, existem dois principais grupos de câncer de pulmão: carcinoma de pequenas células e não pequenas células. “O carcinoma não pequenas células é dividido entre escamosos e não escamosos, sendo responsáveis pela grande maioria dos casos diagnosticados. Apresentam comportamento menos agressivo quando comparado ao grupo dos de pequenas células” explica oncologista Saulo Brito .

Fumantes passivos também apresentam risco do câncer pulmonar, que deve ultrapassar 28 mil casos novos no país este ano.

Dia 29 de agosto, é celebrado o Dia Nacional de Combate ao Fumo.

Nenhuma postagem para exibir