Superintendente do HC Ribeirão demonstra preocupação com reabertura do comércio

Após liberação para funcionamento, movimento foi intenso e teve até fila em porta de lojas

Depois de dois dias consecutivos de intenso movimento no comércio de Ribeirão Preto, Benedito Carlos Maciel, superintendente do HCFMRP-USP, demonstra preocupação com o avanço da Covid-19 na cidade.

Em entrevista ao Programa Mentoria Ribeirão 2020 de ontem (02), o superintendente afirmou que a ocupação dos leitos de terapia intensiva estão com taxa de ocupação de 57,4%, que ainda há margem, porém que a situação é preocupante dependendo da velocidade do aumento do número de casos. Ele cita as últimas semanas de maio como exemplo.

Ribeirão Preto fechou maio com 1.160 casos confirmados, sendo que os dias 27, 28 e 29 tiveram recordes de confirmações. Foram 66, 77 e 82 casos respectivamente. O boletim epidemiológico divulgado na tarde da última terça (02) registrava 1261 casos confirmados e 28 mortes.

Confira no vídeo abaixo, um trecho da entrevista de Benedito Carlos Maciel, superintendente do HCFMRP-USP.

Para acompanhar na íntegra, acesse: facebook.com/grupothathi

Acompanhe, em telas, a evolução da Covid-19 em maio, mês com mais casos registrados em Ribeirão Preto.

Flexibilização

Dentro da retomada consciente anunciada pelo governador João Doria, Ribeirão Preto está na fase 2, laranja, o que permite que as atividades econômicas sejam retomadas com algumas restrições.

Comércio em geral estão liberados para funcionar de segunda a sexta, das 12h às 16h e aos sábados das 10h às 14h. Já os shoppings vão abrir de segunda a sábado das 16h às 20h.

Além do comércio, outros serviços têm permissão para funcionamento. São eles: imobiliária, de segunda a sexta, das 9h às 13h e concessionária e revenda de veículos, de segunda a sexta, das 12h às 16h e aos sábados das 10h às 14h.

Escritórios em geral, podem abrir as portas para o público de segunda a sexta, das 9h às 13 horas.

Nenhuma postagem para exibir