SP vacina população de 45 a 49 anos com comorbidades e deficiências contra Covid-19

Grupos desta nova faixa-etária começam a ser imunizados na próxima sexta-feira (21)

Foto: F L Piton.

O Governador João Doria anunciou nesta quarta-feira (12) a vacinação contra Covid-19 para pessoas com comorbidades e deficiências permanentes, com idades entre 45 e 49 anos. A faixa-etária passa a fazer parte da campanha já na próxima semana, a partir do dia 21 de maio. 

De acordo com Dória, o plano é imunizar 695 mil pessoas nesta faixa-etária. O número totaliza 670 mil pessoas que possuem doenças crônicas e 25 mil deficientes contemplados com o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC). 

Entre as comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde estão doenças cardiovasculares, diabetes, hipertensão, doença renal crônica, cirrose hepática, obesidade mórbida e cardiopatias congênitas. Para receber a vacina, o paciente precisa comprovar sua condição de risco, por meio de exames, receitas, relatório ou prescrição médica. Os cadastros previamente existentes em Unidades Básicas de Saúde (UBS) também podem ser utilizados. 

“O que isso quer dizer? Que esses pacientes que já fazem parte do seu território e frequentam, vão à UBS, fazem seu controle na unidade, seja de diabetes ou qualquer outra comorbidade, este cadastro na Unidade Básica de Saúde será usado para vacinação”, explica a Coordenadora Geral do Plano Estadual de Imunização, Regiane de Paula. 

Já as pessoas com deficiência permanente precisam apresentar o comprovante do recebimento do Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC).

Em Ribeirão Preto, a vacinação deve ser sistematizada pela prefeitura nos próximos dias.

Nenhuma postagem para exibir