Ribeirão inicia vacinação do Covid-19

Técnica de enfermagem Maria Luci foi a primeira profissional da saúde a receber a vacina

Governador João Doria (PSDB) participa de imunização a enfermeira em Ribeirão - Foto: Divulgação
Continua depois da publicidade

Ribeirão Preto iniciou nesta terça-feira (19), a vacinação contra a Covid-19. A primeira dose da CoronaVac foi aplicada no Hospital das Clínicas (HC). A técnica de enfermagem Maria Luci, com 10 anos dedicados a saúde, foi a primeira a receber a vacina.

Maria Luci foi escolhida para ser a primeira profissional da saúde a receber a vacina por ser exemplo de vida ao se dedicar à enfermagem e preservar sua família para se dedicar ao atendimento dos pacientes com Covid-19, seguindo as regras de distanciamento, isolamento, higienização e proteção facial.

Vacinas

No total, mais três profissionais da saúde foram vacinadas durante a cerimônia que marcou o início da imunização dos profissionais da saúde de Ribeirão Preto, as enfermeiras Juliana Badia e Flabia Trovó e a fisioterapeuta Vivian Siansi. Até o final da manhã, outros 16 profissionais da saúde receberiam a dose da vacina. Até o final da semana, cerca de 3 mil profissionais serão vacinados.

“Estamos prontos para iniciar a vacinação contra a Covid-19. Já servimos como exemplo de sucesso na estratégia da campanha vacinação contra Febre Amarela, em 2017, e contra a H1N1, em 2020, e novamente seremos referência em imunização. Iremos vencer o coronavírus”, afirmou o prefeito Duarte Nogueira (PSDB).

O governador ressaltou que todo o investimento realizado nas pesquisas e na aquisição das vacinas, foi do Governo do Estado de São Paulo. “O Brasil hoje tem uma vacina. Graças à nossa perseverança e obediência à ciência em valorizar a vida, agora temos a vacina”, disse João Doria.

Campanha

O município deve iniciar a vacinação nos profissionais da saúde quando a Divisão da Vigilância Epidemiológica receber o quantitativo de doses, seguindo o cronograma de vacinação. Os profissionais da saúde serão vacinados nos hospitais ou unidades de saúde em que trabalham, os demais profissionais da saúde que não estão nos hospitais serão vacinados nas salas de vacinação da rede pública de Saúde.

Para a população geral serão 41 postos de vacinação: 35 salas de vacinas e seis postos volantes: NGA-59 (Núcleo de Gestão Assistencial), Drive thru (Estádio Santa Cruz – Estacionamento do Botafogo), Ribeirão Shopping, Shopping Santa Úrsula, Centro Social Urbano e Centro Médico.

Serão mobilizados 606 profissionais da saúde para a execução do Plano de Imunização, dos quais 42 enfermeiros, 282 auxiliares de enfermagem e 282 agentes comunitários de saúde. O custo desses recursos humanos, incluindo as horas extras, será da ordem de R$ 991 mil, além de cerca de R$ 300 mil em insumos complementares, conforme estimado pela Secretaria da Saúde, que são aquisições de câmaras de vacinas, freezers, caixas térmicas, bobinas de gelo, termômetros e outros insumos necessários à vacinação da população.

Nenhuma postagem para exibir