Sem vacina, Ribeirão manda idosos desconsiderarem data para segunda dose contra Covid-19

Informação foi dada pela Secretaria Municipal da Saúde, na manhã desta quarta-feira (3)

Imagem ilustrativa - Foto: F L Piton.

Devido à falta de vacinas em Ribeirão Preto, a Secretaria Municipal da Saúde informou, na manhã desta quarta-feira (3), que os idosos de idade entre 85 e 89 anos, que receberam a primeira dose da vacina CoronaVac a partir do dia 11 de fevereiro, devem desconsiderar a data para recebimento da segunda dose contra Covid-19.

Segundo o prazo determinado pela fabricante do imunizante, as pessoas que receberam a primeira dose da CoronaVac têm entre o 21º e o 28º dia após a data da aplicação para receber a segunda dose.

Sendo assim, os idosos devem aguardar a notificação da Secretaria da Saúde sobre a disponibilidade da vacina e a abertura das novas datas de agendamento para a segunda dose, que, segundo a secretaria, deverá ocorrer dentro do prazo estipulado pelo fabricante do imunizante.

Até o momento, 30.071 pessoas receberam a primeira dose do imunizante e 6.691 receberam a segunda dose, entre trabalhadores da saúde, idosos em instituições de longa permanência e com 85 anos ou mais em Ribeirão Preto.

Nenhuma postagem para exibir