Secretaria de Saúde de RP estuda retomar o polo de atendimento de síndrome gripal

Reuniões diárias estão sendo realizadas com o objetivo de analisar o aumento na demanda dentro das unidades de pronto atendimento

Foto - Alfredo Risk

O retorno do polo de atendimento de casos de gripes está sendo avaliado pela Secretaria Municipal de Saúde de Ribeirão Preto. No entanto, o local não serviria apenas para atendimento da covid-19, como agora também funcionaria de ponto de atendimento para quadros de síndromes gripais.

De acordo com o secretário de saúde, José Carlos Moura, reuniões diárias estão sendo realizadas com o objetivo de analisar o aumento na demanda dentro das unidades de pronto atendimento. Nos primeiros dias dessa semana, o aumento foi de 30% a 40%.

Em coletiva nessa quarta-feira (29), o titular da pasta após confirmar a transmissão comunitária da variante Ômicron e a circulação da influenza H3n2 na cidade,

Ambas as situações estariam preocupando a pasta da saúde, uma vez que a Õmicron se originou na África e já são 7 casos confirmados na cidade e a H3N2 está sendo responsável por surtos de gripe ao redor do país, em Ribeirão já são seis casos da doença, mas não há como saber se os casos estão relacionados a variante Darwin.

Ainda de acordo com o secretário, não há disponibilidade para a vacina da gripe comum que pode prevenir a H3N2 em Ribeirão preto. A imunização dependerá da produção de novas vacinas por meio do Instituto Butantan. Novas vacinas devem ser disponibilizadas no final do primeiro semestre de 2022.

 

Nenhuma postagem para exibir