Risco de internação por Ômicron é reduzido após duas doses da Janssen

A pesquisado foi feita com base na análise de eficácia da vacina em 69.092 profissionais de saúde

Frascos da vacina Janssen Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

Resultados preliminares de um estudo conduzido pelo Conselho de Pesquisa Médica da África do Sul mostram que duas doses da vacina da Johnson & Johnson (J&J) reduzem em 85% o risco de internação por complicações relacionadas à variante Ômicron.

A pesquisado foi feita com base na análise de eficácia da vacina em 69.092 profissionais de saúde, que foram vacinados entre 15 de novembro e 20 de dezembro de 2021, quando a variante se tornou a dominante na região da África do Sul.

Os pacientes que tomaram suas doses de reforço após um a dois meses de terem tido suas primeiras doses aplicadas, tiveram redução na necessidade de hospitalização. Já os indivíduos onde o intervalo entre as doses foi de até duas semanas, o risco teve queda de 63%.

Por fim, quando a diferença foi entre 14 e 27 dias, a queda foi de 84% conforme os testes.

Nenhuma postagem para exibir