Ribeirão Preto zera entubação por Covid-19 em pronto atendimento

De acordo com Secretaria da Saúde, essa é a primeira vez, desde março, que a cidade não tem pacientes entubados; número de internados também registra queda

Pela primeira vez, desde o dia 14 de março, unidades de pronto atendimento de Ribeirão Preto, porta de entrada dos pacientes infectados pela Covid-19, que incluem os dois Polos Covid (UBDS Central e UPA Oeste, na avenida treze de maio) e UPAs Norte e Oeste, estão sem nenhum paciente entubado. Informação foi divulgada pela Secretaria da Saúde, na manhã desta terça-feira (13).

De acordo com a pasta, o cenário positivo não havia sido constatado desde pouco antes do primeiro lockdown, em março. Além disso, também há uma queda gradativa no número de internações nessas unidades de saúde. Veja abaixo:

Imagem: Divulgação / Secretaria da Saúde

“O resultado é reflexo de medidas restritivas que tomamos e a conscientização da maior parte da população. Os números de internados tendem a regredir graças às medidas de restrição que adotamos preventivamente na hora certa e ao avanço da vacinação, por isso, a importância da imunização da população mais rápida”, disse o secretário municipal da Saúde e coordenador do Comitê de Contingenciamento da Covid-19 na cidade, Sandro Scarpelini.

Segundo a prefeitura, já foram vacinadas, em Ribeirão Preto, 432.522 pessoas, sendo 315.938 com a primeira dose, 102.171 com a segunda dose e 14.413 com a dose única.

A cidade possui 318 leitos de UTI somando todos os hospitais, públicos e privados. Desse total, 227 estão ocupados, ou 71,38%, o que coloca Ribeirão Preto na fase laranja do Plano São Paulo, do governo estadual. Já os leitos de enfermaria somam 337, dos quais 216 estão ocupados, o que representa 61,13% e coloca a cidade na fase verde.

Nenhuma postagem para exibir