Ribeirão Preto segue como uma das cidades paulistas com menor adesão à quarentena

Mesmo com esse cenário, Prefeitura planeja reabrir o comércio de rua no dia 11 de maio.

Jardim Olhos D'água, local onde ocorre aglomerações devido a prática de esportes - foto: Reprodução
Continua depois da publicidade

Ribeirão Preto continua sendo uma das cidades paulistas com a menor adesão à quarentena imposta pela OMS (Organização Mundial da Saúde) para conter a Covid-19, doença consequente do novo coronavírus. 

No Dia do Trabalhador, sexta-feira (1°), o isolamento foi de 50%, no sábado (2) caiu para 47% e, no domingo (3), atingiu 53%. Segundo especialistas a taxa ideal de isolamento é entre 60% e 70%.

Durante a semana o cenário em Ribeirão Preto é ainda mais baixo. Na quinta-feira (30), o isolamento foi de 39%, pior índice desde 18 de março, quando a pandemia começava. 

Mesmo com esse cenário, a Prefeitura de Ribeirão Preto planeja reabrir o comércio de rua no dia 11 de maio.

Os dados são levantados pelas operadoras de telefonia móvel.

A cidade paulista com maior engajamento na quarentena é Cajamar, com 70% dos cidadãos cumprindo o isolamento social. Ao todo, a média do estado de São Paulo é de 59%.

Nenhuma postagem para exibir