Policial civil morre aos 51 anos após complicações da Covid-19 em Ribeirão Preto

O corpo do policial foi sepultado na manhã desta quarta-feira (17), no Cemitério Bom Jesus, em Batatais

Foto: Rede social

O policial civil Sílvio Tahan morreu, aos 51 anos, nesta terça-feira (16), após complicações da Covid-19, em Ribeirão Preto. 

O agente, que trabalhava na Polícia Civil há 28 anos, tinha pressão alta e também era pré-diabético. Segundo a família, Silvio ficou internado por 14 dias em um hospital particular da cidade, precisando ser intubado.

O corpo do policial foi sepultado na manhã desta quarta-feira (17), no Cemitério Bom Jesus, em Batatais. 

Tahan deixa a esposa e duas filhas, de 9 e 11 anos. 

Nenhuma postagem para exibir