Mais uma morte por dengue é confirmada em Ribeirão Preto

Jovem de 25 anos morreu ontem por complicações da dengue grave

Marlon Soares, jovem de 25 anos vítima da dengue grave em Ribeirão Preto - foto: Redes Sociais

Marlon Victor Barbosa Soares, de 25 anos, morreu ontem, quarta-feira (6) após complicações da dengue grave (hemorrágica) e diabetes. Em quatro meses, Ribeirão Preto tem 9.389 casos de dengue confirmados.

“Nossos professores se orgulham de sua trajetória em nossa instituição e pela forma como sempre conduziu seu compromisso com a educação”, disse uma nota da instituição de ensino Moura Lacerda, onde o jovem era estudante de pedagogia.

Marlon também era coordenador da Remigton unidade Ribeirão Preto. “Ele foi um menino maravilhoso, generoso, extremamente competente. Tudo o que fazia, era com amor. O seu amor contagiava aqueles que estavam ao seu redor e era impossível conviver com ele e não o amar”, diz trecho da nota publicada pela escola de cursos profissionalizantes.

Mortes

Segundo o Boletim epidemiológico, oito mortes vítimas da dengue são suspeitas, ou seja, aguardam confirmação, e duas estão confirmadas. A última morte confirmada foi de Jackeline, jovem de 26 anos que morreu no último dia 2, intervalo de menos de uma semana de Marlon.

A Prefeitura de Ribeirão Preto, até o momento, não respondeu o pedido de nota sobre a situação.

Prevenindo a dengue

A melhor forma de prevenção da dengue é evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, eliminando água armazenada que podem se tornar possíveis criadouros, como em vasos de plantas, lagões de água, pneus, garrafas plásticas, piscinas sem uso e sem manutenção, e até mesmo em recipientes pequenos, como tampas de garrafas.

Roupas que minimizem a exposição da pele durante o dia – quando os mosquitos são mais ativos – proporcionam alguma proteção às picadas e podem ser uma das medidas adotadas, principalmente durante surtos. Repelentes e inseticidas também podem ser usados, seguindo as instruções do rótulo. Mosquiteiros proporcionam boa proteção para aqueles que dormem durante o dia, como bebês, pessoas acamadas e trabalhadores noturnos.

Mantenha a caixa d’água fechada; mantenha fechado tonéis e barris d’água; lave semanalmente, com escova e sabão, os tanques utilizados para armazenar água; encha de areia até a borda os pratos das plantas; coloque no lixo todos os objetos que possam acumular água; mantenha as calhas limpas; não deixe água acumulada sobre a laje.

*Informações do Ministério da Saúde

Nenhuma postagem para exibir