Governo de São Paulo prorroga obrigatoriedade do uso de máscaras

A medida também tem a intenção de diminuir os impactos do surto de gripe

Reprodução/Rede social

O Governo de São Paulo anunciou que irá prorrogar a obrigatoriedade do uso de máscaras em espaços coletivos até 31 de janeiro de 2022. Segundo o estado, a medida tem como objetivo reforçar a proteção da população.

A medida não busca apenas combater a Covid-19, como também tem a intenção de diminuir os impactos do surto de gripe que está atingindo alguns locais do País.

O Secretário de Saúde do Estado, Jean Gorinchteyn, explica que há inúmeros vírus respiratórios em circulação, e o uso de máscara é um dos maiores aliados na prevenção e combate contra a transmissão desse vírus.

Desde julho de 2020, o uso de máscaras tem sido obrigatório em São Paulo, aqueles que desrespeitarem a medida estarão sujeitos a serem multados no valor de R$ 5.294,30 por estabelecimento e de R$ 552,71 por pessoa física.

Será realizado ao todo 536.887 inspeções e 10.476 autuações relacionadas ao descumprimento de normas sanitárias por meio das equipes do Centro de Vigilância Sanitária (CVS) estadual.

Nenhuma postagem para exibir