Estudo da USP projeta possibilidade de até 4 mil mortes por coronavírus em Ribeirão Preto

Segundo o último Boletim Epidemiológico divulgado, Ribeirão Preto tem 815 casos confirmados e 19 mortes

Duarte Nogueira, prefeito de Ribeirão, em entrevista coletiva - Foto: Jairnei Capareli

Um estudo realizado pela Universidade de São Paulo (USP) projeta a possibilidade de Ribeirão Preto ter 4 mil mortes por coronavírus nos próximos dois meses. Nos últimos cinco dias, a cidade teve um aumento de 112% no número de casos.

O estudo foi realizado com a ajuda de uma calculadora desenvolvida pela Organização Pan-americana de Saúde. Os pesquisadores da USP de Ribeirão Preto usaram como objeto de pesquisa os números atuais da doença, que são divulgados diariamente pelo Boletim Epidemiológico da Secretaria da Saúde. Até o momento, a cidade tem 815 casos confirmados de coronavírus e 19 mortes.

De acordo com o estudo, 364 mortes podem ser adicionadas as estatísticas municipais nas próximas 10 semanas caso o índice de isolamento social continue com a média de 47%. Caso a média diminua para 27%, o cenário pode ser ainda mais drástico. Os óbitos subiriam para 4.295 no mesmo período, além do colapso no sistema de saúde e a necessidade de novos 1.426 leitos de UTI. Para os pesquisadores, a única maneira de diminuir os dados projetados é alavancando a taxa de isolamento social para 60%, onde a cidade registraria 36 mortes em dois meses.

Para o Hospital das Clínicas, as previsões deste estudo servem de alerta para os próximos meses, além de reforçar a importância das medidas de contingência, as principais são higiene pessoal e isolamento social. “Se a gente não fizer nada, esses dados vão crescer e explodir. Se neste momento a população se conscientizar e seguir as recomendações rigorosamente podemos evitar este cenário”, conclui o responsável pela pesquisa.

Política

Mesmo com este cenário, o prefeito Duarte Nogueira estuda a possibilidade de reabertura do comércio e a flexibilização do isolamento social na cidade. O governador João Dória irá anunciar hoje, terça-feira (26), novas regras de isolamento para o mês de junho.

Segundo dados da Secretaria da Saúde divulgados ontem, segunda-feira (25), a região de Ribeirão Preto registra 1.625 casos confirmados e 65 mortes.

Ribeirão Preto lidera em relação aos piores números da região, com 815 casos confirmados e 19 mortes. Barretos é a cidade com o segundo pior índice, somando oito mortes e 183 casos confirmados.

Nenhuma postagem para exibir