Em um mês, casos de morte por covid-19 triplicam em Sertãozinho

Cidade registrou aumento de 333% no número de óbitos em decorrência do novo Coronavírus, além de 117% em novos casos; em nota, Prefeitura diz que a situação é grave

Valas em um cemitério de São Paulo - foto: Amanda Perobelli/Reuters)

O número de mortes em Sertãozinho subiu 333% em cerca de um mês, de acordo com dados do Boletim Epidemiológico. O índice saiu de 23 óbitos, em fevereiro, para 78, em março. Para a Prefeitura da cidade, “a  situação é grave”. 

Além dos índices de mortalidade, Sertãozinho também viu os novos casos de Coronavírus crescerem 117% somente em março, quando houve cerca de 3 mil novos registros. Diferente do mês de fevereiro, com aumento de 1,3 mil casos. 

Com aumento da mortalidade e dos casos, a cidade vive situação crítica, com a morte de 23 pacientes com Covid-19 que esperavam por um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), de março a abril. 

23 mortes

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, as 23 pessoas que morreram no período de março a abril, em decorrência da Covid-19,  foram assistidas pela rede pública de saúde. Ainda segundo a pasta, 22 estavam internadas na UPA e uma outra em Cruz das Posses.

“Nenhum dos pacientes deixou de receber atendimento adequado. Ocorre, porém, que a transferência para leitos de UTI está cada vez mais complicada, uma vez que, não somente Sertãozinho, mas toda a região vem trabalhando com o limite de capacidade de atendimento”, afirmou a Prefeitura em nota enviada ao Grupo Thathi de Comunicação.

No momento, a capacidade de atendimento da Santa Casa é de dez leitos, com 90% de ocupação, mas a Prefeitura afirma que pretende dobrar essa quantidade para 20 leitos. A pasta já ampliou os leitos na enfermaria, de 4 para 9, além disso, abriu 29 leitos para tratamento da Covid-19 em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), na tentativa de amenizar o problema.  Além de passar a monitorar diariamente os pacientes que contraíram o vírus e estão em tratamento domiciliar.

“Apesar de todo o trabalho, a colaboração da população é imprescindível para que a contaminação seja evitada. Uso de máscaras é obrigatório, nunca participe de aglomerações. Não leve o vírus para a sua casa. Carregue responsabilidade para não carregar culpa”, disse a administração de Sertãozinho. 

Nenhuma postagem para exibir