Em 24 horas, pai, mãe e filho morrem por complicações da Covid-19 no interior de SP

Caso aconteceu durante este último final de semana, em Santa Cruz do Rio Pardo

Três pessoas da mesma família morreram por conta da Covid-19 em menos de 24 horas - Foto: Reprodução

No intervalo de 24 horas, três membros da mesma família, sendo o pai, a mãe e um dos filhos, morreram por complicações da Covid-19. O caso aconteceu durante este último final de semana, no município de Santa Cruz do Rio Pardo.

Na manhã de domingo (11), foi confirmada a morte de Luiz Alberto Santos, 70 anos, depois de ficar internado por aproximadamente um mês. A vítima não soube das mortes de um dos filhos e da esposa, ambas registradas no sábado (10).

O primeiro óbito decorrente da doença havia sido Sérgio Luís Witemburg, 39 anos, que deixa esposa e um filho. Após algumas horas, foi a vez de Nilza Witemburg Pontes dos Santos, de 70 anos. Todos os familiares estavam internados desde março em um hospital da cidade.

Após o quadro de saúde do pai se agravar, ele conseguiu uma vaga para o hospital de Ourinhos (SP), no dia 8 deste mês, local onde morreu na manhã de domingo (11).

O irmão de Sérgio fez uma publicação nas redes sociais, onde desabafa pela perda dos familiares. “Em um dia, eu perdi minha família e toda a referência de retidão, de honestidade, de humanidade, de justiça, de integridade, que forjaram meu caráter. Estou desolado, destruído”, escreveu o jornalista Luís Fernando Witemburg, que teve passagem pelo jornal A Cidade.

“Cuidem-se. Fiquem em casa. Usem máscara sobre o nariz e a boca. Higienizem as mãos. Exijam a aceleração da vacinação. Não ouçam o que o ‘excrementíssimo’ presidente da República fala. Se aquele imbecil fosse um homem sério, ou minimamente apto a exercer a função para a qual foi eleito, haveria uma política pública eficiente de vacinação e de combate a esse vírus. E meus pais e meu irmão estariam vivos”, concluiu o jornalista.

Nenhuma postagem para exibir