Comércio e serviços gerais passam a funcionar das 6h às 21h em nova atualização do Plano SP

Medida passa a valer a partir deste sábado (8) e vai até o dia 23 de maio

Governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB) - foto: Rede social

O governo prorrogou por mais duas semanas a fase de transição do Plano SP em todo o Estado. Nesta fase, a medida traz horários ainda mais flexíveis para os setores de comércio e serviços gerais, que passam a funcionar das 6h às 21, a partir deste sábado (8) até o dia 23 de maio. 

O anúncio foi dado pelo governador João Doria (PSDB), em coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira (7) no Palácio dos Bandeirantes. De acordo com ele, o relaxamento acompanha uma queda acentuada nos números de internação e óbitos em todo o estado, dados que servem como indicadores da pandemia. 

“O Centro de Contingência da Covid-19, seus médicos e cientistas que o integram, recomenda agirmos com responsabilidade, com cautela e realizando uma abertura gradual e segura da nossa economia para evitar qualquer novo pico da pandemia aqui no estado”, disse o governador. 

Flexibilização 

A partir deste sábado (8), véspera do Dia das Mães,  os setores de comércio e serviços gerais, como shoppings, restaurantes, salões de beleza, barbearia, academias e atividades culturais e religiosas, passam a funcionar das 6h às 21h. O governo aumentou ainda a capacidade de lotação dos estabelecimentos, que passou de 25% para 30%. 

O estado continua com o toque de recolher, das 21h às 6h, além disso, segue a recomendação para que atividades administrativas não essenciais permaneçam em teletrabalho, além do escalonamento para atividades comerciais, serviços e indústrias.

Foto: Plano SP

Nenhuma postagem para exibir