Com mais uma morte e explosão de casos, prefeitura recua sobre abertura de salões de beleza e academias

Decisão acontece depois do governador João Doria se pronunciar; cidade teve mais uma morte

Imagem/Pixabay

A abertura de salões de beleza e academias está descartada em Ribeirão Preto. O prefeito Duarte Nogueira (PSDB), que havia anunciado a reabertura desses estabelecimentos em coletiva nesta terça-feira (12), voltou atrás e confirmou que a ação está descartada. O anúncio foi feito durante transmissão ao vivo nas redes sociais nesta terça (13).

A decisão de Nogueira segue entendimento do governador João Doria (PSDB), que fez anuncio semelhante em coletiva de imprensa realizada em São Paulo. As atividades permanecerão proibidas no Estado pelo menos até 31 de maio.

Segundo Nogueira, depois do anúncio de Doria, a medida não tinha chance de prosperar. “Não podemos ficar levantando expectativas que não vão acontecer”, declarou o prefeito.

Morte

Na transmissão ao vivo, Nogueira anunciou, ainda, que a cidade registrou mais uma morte por covid-19, a décima primeira registrada na cidade, além de 22 novos casos da doença confirmados.

A vítima fatal da doença é uma mulher de 76, que possuía histórico de diabetes e doença cardiovascular. Ela morreu na terça, em um hospital da rede pública. No total, Ribeirão soma  431 casos confirmados de covid-19, com 1.963 casos notificados e 1.031 descartados, além de 519 os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave.

O aumento de casos, segundo palavras do secretário de Saúde, Sandro Scarpelini, ocorre devido ao aumento de testes que estão sendo realizados na cidade. Antes, apenas pacientes graves eram testados e, agora, qualquer paciente, mesmo que com sintomas leves, estão passando pela testagem.