170 profissionais são afastados por motivo de saúde no HC de Ribeirão Preto

A Informação foi anunciada durante uma coletiva na manhã desta segunda-feira (10)

Antonio Pazin Filho, diretor do Departamento de Atenção à Saúde Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto - Foto: Reprodução

O médico Antonio Pazin Filho, diretor do Departamento de Atenção à Saúde Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto (HC), afirmou que 170 funcionários foram afastados e 50 estão em processo de testagem para Covid-19. A confirmação foi feita através de uma coletiva de imprensa na manhã desta segunda-feira (10).

O anúncio foi feito após o hospital suspender, neste sábado (8), a visita a pacientes internados, em decorrência da circulação da variante ômicron e do aumento de casos de Covid-19 na região. Ainda segundo o médico, serão priorizados os casos graves como: Câncer e Covid-19. As cirurgias não emergenciais serão adiadas para o mês de fevereiro.

As medidas devem durar até o início do próximo mês e uma nova reunião será realizada para debater mais sobre o assunto.

Nenhuma postagem para exibir