Moradores da comunidade Mario Covas falam sobre as dificuldades enfrentadas sem o apoio dos poderes públicos

Dificuldades financeiras são ainda maiores com a pandemia da Covid-19

Na comunidade Mario Covas, localizada na zona Norte de Ribeirão Preto, os moradores passam por dificuldades financeiras ainda maiores durante a pandemia da Covid-19.

A realidade de muitas famílias da comunidade é cruel, onde até mesmo o acesso à água é escasso, obrigando os moradores a improvisar para utilizar a água, armazenando em baldes e garrafas pet o estoque para beber, tomar banho e fazer comida.

Durante a pandemia, esse contexto fica ainda mais delicado, devido a importância do uso da água para que as pessoas possam se higienizar, consequentemente se protegendo do vírus e outras doenças causadas pela falta de higiene básica.

“Tenho água normal, a gente precisa encher um balde para tomar banho e lavar tudo. Durante a madrugada pode aumentar (água), mas não é sempre. É assim que a gente vai vivendo com esse pouco de água“, afirmou uma moradora da comunidade.

A única renda da família é o “Bolsa Família” concedido pelo governo. Segundo a moradora, eles estão vivendo com algumas doações feitas pela vizinhança.

“Eu fico triste né, meus filhos querem alguma coisa para comer e não tem, as vezes querem um doce ou um salgado e não tem. Eu tenho que ficar me humilhando com os outros? Não posso, é feio” finalizou.

Confira a reportagem completa feita pelo jornalista César Caparelli para o programa Thathi Notícias:

Nenhuma postagem para exibir