Acúmulo de lixo em residência gera transtornos em rua do Simioni

Segundo moradores, usuário de drogas mora no local

Moradores do Simioni, zona Norte de Ribeirão Preto, se queixam do acúmulo de lixo em uma casa da rua Nair Barbosa Pinheiro, próximo ao número 345. De acordo com eles, no local mora um usuário de drogas.

Uma das vizinhas, a dona de casa Kátia Cristina, conta que o problema começou há cerca de cinco anos. “A casa se tornou um ponto para uso de drogas. Isso vem nos trazendo muitos problemas. Além do lixo, temos que conviver com a presença de ratos e escorpiões”, desabafa. Cristina tem filhos pequenos e se preocupa.

A vizinhança alerta também para o risco de incêndios no local. “Já pegou fogo nesse lixo todo. O medo é de que as chamas tomem conta das casas ao lado”, explica uma moradora que preferiu não se identificar.

Na última semana, a população afetada pela situação organizou uma vaquinha para contratar uma caçamba que retirou parte do lixo. No entanto, o procedimento não foi o suficiente. Agora, uma providência é esperada do poder público.

Em nota, a prefeitura informou que uma equipe da Coordenadoria de Limpeza Urbana vai ao local para identificar a natureza do lixo e providenciar a remoção.