Vídeo | Após viagem de Doria a Miami, Bolsonaro chama governador de ‘calcinha apertada’

Presidente fez referência ao tipo de roupa usado pelo governador durante live de Natal; Doria divulgou vídeo pedindo desculpas

Foto: Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chamou o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), de “calcinha apertada” e fez pesadas críticas contra o mandatário do Estado, que viajou para Miami depois de decretar lockdown em São Paulo.

A declaração foi dada pelo presidente durante sua tradicional live de Natal, realizada na quinta-feira (24). Durante a conversa com apoiadores, Bolsonaro voltou a defender o armamentismo e assegurar que não se responsabilizará por efeitos colaterais de vacinas contra a Covid-19.

“Eu não me responsabilizo por ninguém. Afinal, quem tem que se responsabilizar por medicamento não sou eu”, afirmou Bolsonaro.

Sobre o governador bandeirante, em chama-lo pelo nome, fez questão de ataca-lo, chamando-o jocosamente de “calcinha apertada”, referência aos modelitos utilizados por Doria com frequência.

“Eu quero o cidadão de bem armado. Com o povo de bem armado. Acaba essa brincadeirinha de ‘vai ficar todo mundo em casa que eu vou passear em Miami’. Pelo amor de Deus. Oh… calça apertada! Calcinha apertada! Isso não é coisa de homem. Fecha São Paulo e vai passear em Miami. É coisa de quem tem calcinha apertada. Isso é um crime”, disse Bolsonaro. Confira a declaração do presidente:

A declaração foi uma menção à viagem que João Doria fez a Miami na véspera de Natal, onde foi flagrado frequentando uma loja sem usar máscaras, numa contradição em relação à recomendação que o governador de São Paulo vem fazendo desde o início da epidemia de Covid-19.

O governador de São Paulo, por sinal, cancelou a viagem e voltou ao Brasil depois de o vice-governador, Rodrigo Garcia (DEM), ter sido diagnosticado com Covid-19. Dora também gravou um vídeo no qual pediu desculpas pela viagem e afirmou não ter compromisso com o erro. Confira abaixo:

Nenhuma postagem para exibir