Rodini rói a corda e pede suspensão da crítica ao Papai Noel gay da Noruega

Decisão do vereador ocorreu depois da repercussão gerada pela proposta; segundo Câmara, moção não será retirada

André Rodini (Novo), vereador em Ribeirão - Foto: Redes Sociais

O vereador Andre Rodini (Novo) decidiu solicitar à Câmara de Ribeirão Preto que não emita a nota de repúdio, aprovada na sessão de terça-feira (2). aos Correios da Noruega e ao portal G1 por conta da campanha publicitária que mostrou o Papai Noel beijando outro homem. Procurada, a Câmara informou que a proposta já foi aprovada, mas sua execução pode ser suspensa.

O vereador apresentou um requerimento, aprovado na sessão desta quinta-feira (2), contendo a proposta. Segundo a moção original, a imagem atacaria os costumes cristãos e poderia influenciar a sociedade. Na ocasião, a medida foi aprovada por seis votos favoráveis, contra cinco contrários. Outros cinco vereadores se abstiveram e seis não registraram seus votos sobre o assunto.

Com o requerimento, o Legislativo poderá suspender a execução da moção aprovada. Apesar disso, a moção seguirá constando como aprovada pelo Legislativo, segundo informado pela assessoria jurídica da Casa. Apenas não será executada.

Confira o vídeo:

Sem falar

O vereador foi procurado, através de seu whatsapp, mas não comentou o assunto até a publicação da matéria. Se o fizer, o texto será atualizado.

Na tribuna, ele afirmou ter sido mal interpretado. “Papai Noel é o espírito natalino. Não é homem, nem mulher. Fui mal interpretado e quero me retratar”, disse o vereador.

Como votaram os vereadores

Na votação original, que aprovou a moção de repúdio, confira como votou cada vereador:

Sim
Rodini (Novo), Gláucia Berenice (DEM), Brando Veiga (REP), Franco (PRTB), Bertinho Scandiuzzi (PSDB) e Maurício Vila Abranches (PSDB)

Não
Judete Zilli (PT), França (PSB), Marcos Papa (CID), Duda Hidalgo (PT) e Ramon (Psol)

Abstenção
Jean Coraucci (PSB), Matheus Moreno (MDB), Gasparini (PSDB), Paulo Modas (PSL) e Zucolotto (PP).

Não votaram
Maraca (MDB, presidente), Elizeu Rocha (PP), Igor Oliveira (MDB), Isaac Antunes (PL), Linconl Fernandes (PDT) e Zerbinato (PSB).

Nenhuma postagem para exibir