Ribeirão Preto está em 13º no ranking de saneamento do Trata Brasil

Ranking traz as 100 maiores cidades do país e mostra que Ribeirão Preto subiu oito posições entre 2016 e 2017

Foto: Divulgação

Ribeirão Preto aparece em 13º lugar no Ranking do Saneamento divulgado nesta terça-feira (23), pelo Instituto Trata Brasil, que apresenta os índices das 100 maiores cidades brasileiras. A cidade subiu oito posições em relação ao ranking de 2018, onde aparecia em 21º lugar.

Os dados utilizados para a elaboração do ranking são do Sistema Nacional de Saneamento (SNIS) do governo federal, referentes ao ano de 2017, primeiro ano da atual administração. Entre os dados levados em consideração para a elaboração do índice estão os indicadores de atendimento de abastecimento de água, coleta de esgoto, tratamento de esgoto, atendimento de instalação de água e esgoto, investimentos e perdas do sistema.

Ribeirão Preto aparece com indicador de 100% de atendimento de água na área urbana, 99,81% de atendimento de esgoto na área urbana e 90,24% de tratamento de esgoto do total produzido, lembrando que os indicadores são de 2017 e que ocorreram avanços consideráveis. Nos indicadores de atendimento de instalação de novos pedidos de água e esgoto a cidade também apresenta índice de 100% de atendimento. O índice de perdas, apesar de ainda alto, caiu de 66,8% em 2016 para 59,8% em 2017, uma redução de sete pontos percentuais.

Sétima cidade do Estado

O Ranking do Saneamento 2019 coloca Ribeirão Preto em sétimo lugar em saneamento no Estado de São Paulo, ficando atrás de Franca, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Limeira. A cidade ficou à frente de 26 capitais brasileiras.

Na área de coleta de esgoto, Ribeirão Preto está entre as 13 cidades que conseguiram a universalização, com índice de 99,81% de coleta, além de tratar 90,2% de todo o esgoto coletado.