Câmara anula reunião presidida por ‘covereadora’

Decisão assinada pelos cinco integrantes da mesa aponta que houve infração ao Regimento Interno

Mileide Melo abriu e encerrou a reunião que foi considerada irregular pela mesa diretora

A Mesa Diretora da Câmara de Ribeirão Preto decidiu anular a reunião da Comissão Especial de Estudos que apura o abandono da Base de Apoio Comunitária do bairro Heitor Rigon que foi presidida pela “covereadora” Mileide Melo, integrante do “Ramon todas as vozes”, mandato coletivo que leva o nome do vereador titular Ramon Faustino (PSOL). O caso foi revelado com exclusividade pelo Portal Thathi.

A decisão, assinada pelos cinco integrantes da mesa, aponta que houve infração ao Regimento Interno, que exige abertura, condução e finalização dessas exclusivamente por vereadores.

“Entendo que é o caminho correto, uma vez que o desconhecimento do vereador sobre o regimento levou a essa situação”, resumiu o vice-presidente da Mesa, vereador Jean Corauci (PSB).

O vereador Ramon Todas Vozes foi mais uma vez procurado pela Thathi para se manifestar sobre o caso. Desde que o assunto veio à tona, o grupo tenta entrevistá-lo, mas não houve retorno.

A reunião

A reunião anulada ouviu moradores e especialistas sobre a situação da BAC. Com a anulação da CEE terá que colher novamente os depoimentos se quiser que eles constem no relatório final.

Mileide é um dos sete “covereadores” que compõem o grupo, mas não pode exercer o mandato, já que legislação eleitoral não reconhece a existência dos mandatos coletivos.

A condução da reunião pela covereadora chamou a atenção do coordenador Legislativo da Casa, Fernando Ramos, que alertou os demais integrantes da comissão – o outro mandato coletivo da Câmara, “Judeti Zili” (PT) e o vereador França (PSB) – sobre a irregularidade.

Nenhuma postagem para exibir