Psol recomenda voto nulo e PCdoB apoia Suely

Partidos divulgaram notas com posições; confirma como ficou o tabuleiro político par aos segundo turno

Mauro Inácio, do Psol - Foto: Divulgação

O Psol recomendou a seus filiados e simpatizantes o voto nulo no segundo turno das eleições em Ribeirão Preto. Segundo a executiva do partido, nenhum dos candidatos representa os ideais da legenda e, por isso, o partido decidiu não apoiar ninguém nem liberar os seus eleitores.

“Por isso, o Psol orienta sua militância e simpatizantes a não votarem em nenhum dos dois. No dia 29 de novembro digite 50 e se some ao PSOL na luta por uma Ribeirão para a maioria”, afirmou o partido, em nota.

O Psol lançou Mauro Inácio como candidato e teve, no primeiro turno, 3.115 votos, ou 1,23% do total.

PCdoB

Outro partido a confirmar sua posição no segundo turno foi o PCdoB. O partido optou pelo apoio a Suely Vilela (PSB). Vanderlei Caixe, candidato do partido, teve 669 votos no primeiro turno.

“O PSB, que em nível nacional tem sido uma legenda aliada importante no combate ao bolsonarismo, ao fascismo e ao projeto político da extrema direita, apresentou a candidata a Suely Vilela e chegou ao segundo turno”, diz o partido, em nota.

Mais apoios

Além de Psol e PCdoB, outros quatro candidatos já se posicionaram sobre o segundo turno. Fernando Chiarelli (Patriota) e Coronel Usai (PRTB) não declararam apoio a nenhum candidato, sendo que Usai pediu a seus eleitores que não votassem em Duarte Nogueira.

Cris Bezerra (MDB) e Emilson Roveri (Rede), por sua vez, declararam apoio a Duarte Nogueira.

Nenhuma postagem para exibir