Pode pedir música? Justiça barra terceira candidatura e tira Caixe da disputa em Ribeirão

Alegação é que documentação enviada pelo candidato do PCdoB estava incorreta

Vanderlei Caixe, advogado e integrante do PCdoB - Foto: Redes Sociais

A Justiça Eleitoral em Ribeirão Preto indeferiu, em decisão publicada nesta quinta-feira (22), o pedido de registro de candidatura de Vanderley Caixe (PCdoB). É o terceiro candidato que tem a intenção de concorrer barrada pela Justiça da cidade.

A decisão é do juiz Lúcio Alberto Eneas da Silva Ferreira, titular da 108ª vara eleitoral, para quem Caixe não apresentou todos os documentos exigidos pela legislação eleitoral para ter a candidatura validade.

A assessoria de Caixe informou que houve a necessidade de substituição de um documento, e que a candidatura deve ser deferida nos próximos dias.

Anteriormente, a Justiça Eleitoral já havia indeferido os pedidos de registro de candidatura de Rodrigo Junqueira (PSL), que ainda briga na Justiça com seu partido, o PSL, para concorrer, e de Gersio Baptista (PMN). Em ambos os casos, foram feitos recursos ainda passiveis de análise pelo Judiciário

Tudo certo

Até o momento, sete candidaturas já foram deferidas. São elas as de Duarte Nogueira (PSDB), Suely Vilela (PSB), Coronel Usai (PRTB), Cris Bezerra (MDB), Antonio Alberto Machado (PT), Mauro Inácio (Psol) e Emilson Roveri (Rede).

Fernando Chiarelli (Patriota), que teve pedidos de impugnação registrados pelo Ministério Público Eleitoral, ainda aguarda julgamento da candidatura pela Justiça.

Nenhuma postagem para exibir