Nogueira fala em novo mandato e afirma: ‘não será um governo de continuísmo’

Declaração foi dada durante apresentação do secretariado; zeladoria e assistência social devem ganhar destaque

Duarte Nogueira (PSDB) - Foto: Antonio Gonzaga
Continua depois da publicidade

O prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira (PSDB), afirmou que não fará um segundo governo de continuidade em relação ao primeiro. Para o tucano, a situação do município possibilitará uma mudança de foco na gestão, que deverá priorizar os setores de Assistência Social e de zeladoria urbana.

“O [segundo] mandato não será um continuísmo. Foram quatro anos de reestruturação, de enfrentar a terra arrasada. Isso se encerra no dia 31 de dezembro (…) vamos entrar o próximo mandato muito diferente do que começamos o primeiro”, afirmou o prefeito.

Ele ressaltou ainda que, com as contas equilibradas – ele afirmou ter pago mais de R$ 700 milhões em dívidas deixadas pela administração Dárcy Vera (DEM) – poderá investir em setores cruciais, como infraestrutura.

A declaração foi dada durante coletiva de imprensa, realizada nesta segunda-feira (21), na qual indicou novos secretários que devem assumir as pastas da administração pública em 2021. Ele prometeu ainda atacar de frente problemas como a favelização da cidade, atuando tanto na remoção de pessoas de áreas de risco como na regularização fundiária de áreas invadidas.

Nenhuma postagem para exibir