Governador João Doria entrega novo Baep em Ribeirão Preto

Novo grupamento da PM leva padrão Rota para a região; 93 municípios serão beneficiados, com população somada de 3,7 milhões de habitantes

Policiais militares durante inauguração do Baep - Foto: Desirée Teixeira

O Governador João Doria e o Secretário de Segurança Pública João Camilo Pires Campos, inauguraram nesta terça-feira (17) o Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia) em Ribeirão Preto. O novo grupamento da PM segue o padrão Rota de atuação e vai atender a 93 municípios da região, beneficiando mais de 3,7 milhões de pessoas.

“Queria registrar aqui a minha alegria e agradecimento a todos aqueles que fazem parte desse batalhão. Até o final deste ano, nós sairíamos de cinco para dez Baeps. E estamos terminando o ano com 11 [o Baep de Piracicaba será entregue no dia 19], um além daquele que era a nossa promessa. Assim se faz um governo responsável que tem atitude, ação e que prioriza Segurança Pública do estado de São Paulo”, afirmou Doria.

Anunciado em abril deste ano, o Baep passa a funcionar no complexo do CPI-3 (Comando de Policiamento do Interior 3), em prédio que passou por reformas, adequações elétricas e recebeu novos equipamentos. O investimento do Governo de São Paulo para a remodelagem do imóvel foi de R$ 487,7 mil.

Com um efetivo que ultrapassa 200 policiais e 30 viaturas, o Baep contará com cinco grupos de canil, distribuídos nas cidades de Ribeirão Preto, Araraquara, Franca, Barretos e Sertãozinho, somando 49 cães. Além disso, terá um grupo de policiamento montado com 18 cavalos.

“O Baep é a elite da elite. São Paulo já tem a melhor polícia militar, civil e científica e corporação do corpo de bombeiros e, aqui em Ribeirão, temos 268 dos melhores homens e mulheres entre os melhores”, declarou o Governador.

Inauguração

A inauguração eleva para dez o número de Baeps em funcionamento no Estado. Eles foram criados para combater o crime de maneira mais ostensiva, já que as equipes atuam de forma semelhante aos padrões da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) e do policiamento de Choque.

As outras unidades estão nas cidades de Campinas, Santos, São José dos Campos, São Bernardo do Campo, Presidente Prudente, São José do Rio Preto, Barueri e zonas leste e central da capital. Juntos, somente neste ano, realizaram mais de 5 mil prisões e apreenderam 542 armas e cinco toneladas de drogas.

Os policiais estão aptos para patrulhamento tático; gerenciamento de crises e negociações com reféns; busca e localização de artefato explosivos; conduta de patrulha em locais de risco; e controle de multidões e policiamento em eventos e praças desportivas.