Em coletiva de mil dias de governo, Nogueira reitera promessas não cumpridas e fala em zerar dívidas

Prefeito falou sobre obras na área da saúde e comentou dívida herdada da gestão Dárcy Vera

Duarte Nogueira, prefeito de Ribeirão Preto, durante entrevista - Foto: Alexandre de Azevedo/Prefeitura de Ribeirão

O prefeito Duarte Nogueira (PSDB) deu entrevista coletiva, na manhã desta sexta-feira (27), onde falou dos mil dias de sua gestão à frente da Prefeitura de Ribeirão Preto. A marca será alcançada neste sábado (28). No evento, reiterou promessas não cumpridas de campanha, prometeu acabar com as dívidas da prefeitura e falo

Segundo o prefeito, um dos principais problemas apontados foi o descontrole nas contas públicas. Tanto que, entre 2012 e 2015, a cidade teve as finanças rejeitas por irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP).  

Nesse sentido, Nogueira destacou que a dívida da administração, no início de 2017, ultrapassava R$ 1 bilhão. A esse cenário, serão acrescidos pelo menos R$ 500 milhões, vindos de empréstimos realizados pela administração municipal para tocar obras. O prefeito acredita, entretanto, que as contas vão bater no último dia se seu governo.

“Nós estamos liquidando toda as dívidas que recebemos do passado. Já amortizamos R$ 80 milhões dos R$ 660 milhões da dívida de longo prazo. […] E vamos terminar dezembro de 2020, zerando as dívidas, tanto dos 28,35%, quanto da dívida de curto prazo e as não inscritas”, afirmou Nogueira.

Mudança

Nogueira também confirmou a mudança da sede do Executivo do Palácio Rio Branco para o prédio da Caixa no Centro, em 2020. Posteriormente, a prefeitura deverá se instalar no centro administrativo, uma das obras prometidas pelo prefeito para o ano que vem. Após o esvaziamento do prédio, a prefeitura deve abrir uma licitação, no valor de R$ 8 milhões, para o restauro do local, que será transformado em espaço cultural.

Promessas

O prefeito também afirmou que pretende resolver os problemas da falta de vagas em creches e de segurança nas escolas até o final do mandato, em dezembro de 2020. Atualmente, o déficit é de quatro mil vagas nas creches da cidade.

Outra promessa reforçada foi a entrega de unidades de saúde. Nogueira prometeu entregar, até o fim de seu governo, as Unidades de Pronto-Atendimento (UPA) Norte e Oeste, o Ambulatório Médico de Especialidades (AME) Mais e o AME Mulher. O prefeito havia prometido a entrega ainda na campanha e, ao longo de seus quase três anos de governo, as datas de entrega das obras sofreram seguidos atrasos.

Nenhuma postagem para exibir