Dória decreta fim do toque de recolher e amplia horário de funcionamento e ocupação do comércio

Além disso, o calendário de vacinação da população adulta e dos adolescentes foi antecipado

Governador João Dória durante a Coletiva de Imprensa Imagem: Governo do Estado de São Paulo

O governador João Dória anunciou, nesta quarta-feira (28), o fim do toque de recolher e também o aumento no horário de funcionamento do comércio no estado de São Paulo. A medida entrará em vigor a partir do próximo domingo (1) e vem como consequência da queda nos indicadores da Covid-19 na região paulista.

Sendo assim, atividades comerciais, como restaurantes, academias, atividades culturais, salões de beleza e barbearias, estarão autorizados a funcionar até às 0h, com o acesso interrompido às 23h. Além disso, a ocupação também foi estendida para os 80%.

Anteriormente as regras estabeleciam que os empreendimentos ficassem abertos até às 23h e 60% do seu espaço poderia ser utilizado Dória também determinou o fim do toque de recolher em SP que se iniciava das 23h às 5h.

Conforme anunciado, as medias serão válidas por 15 dias, ou seja, até o próximo dia 16 de agosto. A mudança ocorre em decorrência da melhora nos indicadores da pandemia, bem como o avanço da vacinação. A ocupação dos leitos Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no estado encontra-se em 53%.

Em Ribeirão, a ocupação das UTIs, conforme a plataforma leitoscovid.org, encontra-se em 64,34%. Isso significa que dos 272 leitos disponíveis estão em uso 175. Já quanto a imunização, conforme anunciado pela administração municipal, ao menos 363.190 pessoas receberam a primeira dose da vacina

Antecipação da vacina

O Governo de São Paulo novamente antecipou a vacinação da população maior de 18 anos no estado. Dessa vez, todo o grupo de adultos da região paulista terá recebido ao menos a primeira dose no dia 18 de agosto. Os prazos anteriores estabeleciam o dia 23, em seguida o dia 20.

Como consequência da antecipação, e, após toda a população maior de 18 anos ter recebido ao menos a primeira dose, Dória afirmou que as medidas de restrição de funcionamento e ocupação chegarão ao fim no dia 17. Contudo, será necessário o uso de álcool em gel e máscara nos locais.

Além disso, os adolescentes paulistas também tomarão a vacina mais cedo. De 18 de agosto até o dia 29, pessoas de 12 a 17 com comorbidades, além de gestantes e puérperas começarão a ser imunizadas, antes o prazo estabelecia o dia 23.

Em seguida o público alvo serão os jovens de 15 a 17 anos e depois de 12 a 14 anos sem doenças crônicas ou enfermidades pré-existentes. As datas, respectivamente são 31 de agosto a 5 de setembro e 6 de setembro a 12 de setembro.

Nenhuma postagem para exibir