Deputado sugere doença mental e pede a interdição de Bolsonaro

Presidente da Frente Parlamentar Brasil China afirmou que vê desvio de personalidade no chefe do Estado brasileiro; presidente voltou a culpar China pelo coronavírus

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) culpar a China por ter, segundo ele, “criado” a Covid-19 como parte de uma “guerra biológica”, o deputado federal Fausto Pinato(PP-SP), presidente da Frente Parlamentar Brasil-China, afirmou que está preocupado com a sanidade mental do presidente. O parlamentar pediu ainda a interdição de Bolsonaro.

A declaração aconteceu depois de Bolsonaro aventar, na quarta-feira (5), teorias conspiratórias segundo as quais o vírus da Covid-19 teria sido criado em laboratório, algo que cientistas já disseram ser improvável, afirmando que a China tem interesse em se tornar a potência dominante e que ganhou muito economicamente com o vírus.

O parlamentar brasileiro afirmou ainda que está “preocupado sobre um possível desvio de personalidade da maior autoridade do Brasil”. 

“Não se trata de uma pessoa irresponsável, desequilibrada e sem noção de mundo. Na verdade, pode se tratar de uma grave doença mental que faz o presidente confundir realidade com ficção.”

Em nota divulgada à imprensa sobre o assunto, Pinato informou ainda que acredita que seja preciso interditar o presidente. “Penso que estamos diante de um caso em que se recomenda a interdição civil para tratamento médico. O Brasil agradece”, diz a nota.

Nenhuma postagem para exibir