Ainda bem que a natureza criou o coronavírus, diz Lula

ainda bem que a natureza criou o coronavirus, diz Lula

Ex-presidente Lula durante entrevista ao jornal CartaCapital - foto: Reprodução CartaCapital

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) celebrou, em entrevista dada à revista Carta Capital, o surgimento do coronavírus, responsável pela covid-19 e que já matou mais de 17 mil pessoas no Brasil. Segundo o ex-presidente, com a doença, foi possível demonstrar a necessidade do Estado.

“O que eu vejo? Quando eu vejo os discursos dessas pessoas, quando eu vejo essas pessoas acharem bonito que ‘tem que vender tudo o que é público’, que ‘o público não presta nada’, ainda bem que a natureza, contra a vontade da humanidade, criou esse monstro chamado coronavírus. Porque esse monstro está permitindo que os cegos comecem a enxergar que apenas o Estado é capaz de dar solução a determinadas crises. Essa crise do coronavírus, somente o Estado pode resolver isso, como foi a crise de 2008”, afirmou Lula.

O país registra, de acordo com dados do Ministério da Saúde, 17.971 mortes por coronavírus, e 271.628 casos confirmados. Nesse cenário, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) defende a reabertura do comércio, indo contra a recomendação da OMS (Organização Mundial da Saúde), que defende o isolamento social como uma das formas mais eficazes de combate ao vírus. 

Bolsonaro

Na entrevista, Lula ainda defende o impeachment de Bolsonaro, que, segundo ele, comete crime de responsabilidade ao desrespeitar a ciência e fazer campanha aberta contra as políticas de prevenção à disseminação do vírus.  “É insuportável você ter um homem que a ignorância chega a tal ponto que ele não cuida da pandemia, não cuida da economia, não cuida da educação, de nada”, afirmou Lula. “É por isso que eu acho que o povo tem que criar as condições objetivas de votar o impeachment e esse país voltar a escolher um presidente da República”, encerrou.

Citando Franklin Roosevelt, presidente dos Estados Unidos durante o período da segunda guerra mundial (1939 a 1945), Lula relacionou o momento da guerra com a atual pandemia do coronavírus. “Você acha que ele [Roosevelt] estava preocupado com orçamento da União? Com déficit fiscal? Se o Tesouro ia falir ou não? Ele tinha que construir armas para vencer a guerra”, afirmou o ex-presidiário solto no dia 8 de novembro de 2019. Sobre a pandemia, Lula diz que o momento também é de guerra, mas o presidente ainda não conseguiu “sequer” distribuir o auxílio emergencial para todos os necessitados.

A entrevista completa pode ser assistida clicando aqui.