Vídeo | Educador físico é imobilizado com mata-leão pela GCM na zona Leste de Ribeirão

De acordo com o Boletim de Ocorrência, os agentes alegaram que foi necessário o uso de força física moderada, pois o treinador tentou agredi-los com mordidas

Foto: Reprodução

Um educador físico de 27 anos, identificado como Felipe Francisco, foi imobilizado com mata-leão por agentes da GCM, no final da tarde desta sexta-feira (23), durante uma abordagem no bairro Jardim São José, localizado na zona Leste de Ribeirão Preto.

Momentos antes da confusão, Felipe realizava um treino individual de futebol em uma quadra pública, na rua Mário Ferreira. Segundo ele, uma viatura chegou e despertou uma aglomeração de pessoas na quadra vizinha, permitindo ainda o andamento de sua aula.

Porém, após a viatura ir embora, uma outra equipe, também da GCM, chegou. De acordo com o Boletim de Ocorrência, as autoridades afirmaram que o homem não poderia utilizar o espaço público, sem autorização, para realizar uma atividade remunerada.

O profissional então alegou que outros educadores utilizam quadras e praças da cidade com a mesma finalidade e não são advertidos, continuando o treino com seu aluno.

Após a desobediência do profissional, foi solicitado reforço e a equipe tentou realizar a retirada dos materiais utilizados na aula, como bola, corda, elástico e cone. Neste momento, com a reação do educador físico, que supostamente tentou morder a equipe, foi necessário o uso de força moderada para contê-lo.

Confusão

Em um vídeo registrado por testemunhas, Felipe Francisco aparece sendo dominado e imobilizado por quatro agentes. Um deles aparece dando um mata-leão no jovem, enquanto é advertido por quem filma sobre o excesso de força utilizada.

Um boletim de ocorrência foi registrado por infração de medida sanitária preventiva, desobediência, desacato e abuso de autoridade. Na delegacia, Felipe prestou depoimento e, após ser liberado, fez exame de corpo de delito.

O caso será investigado pelas autoridades.

 

Nenhuma postagem para exibir