Um dia após manifestar que corria risco de vida mulher é encontrada morta

Um dia após a manifestação registrada por um celular, Tanya Tamara Trevisan, 49, solteira, foi encontrada morta na cozinha da chácara de sua propriedade, na zona norte de Pirassununga. O corpo foi localizado na manhã de sexta-feira (31).
O delegado Mauricio Queiroz ouviu o caseiro da chácara, identificado como Jorge Antunes de Lima, 39, por cerca de quarenta minutos, que incorreu várias vezes em contradições.
De acordo com testemunhas, o suspeito já teria agredido a vítima, que não queria sua presença na chácara, mas ele não aceitava ser dispensado.
Convicto de o caseiro ter cometido o crime, o delegado Maurício Queiroz, autuou em flagrante por homicídio qualificado consumado.
Outro averiguado, Ziad Abbud, com que Tanya desentendera por questões finaceiras e contra ele teria solicitado mandado de medida protetiva, deferida pela Justiça, prestou depoimento e foi liberado. Ela foi sepultada no sábado (1) no cemitério municipal de Pirassununga.

As investigações sobre o caso prosseguem, determinou o delegado responsável pelo inquérito policial.